Fornecedor de EPIs: o que considerar na hora de buscar um parceiro?

Buscar um bom fornecedor de EPIs não é tarefa simples. Mas, com essas três dicas, as chances de acertar na escolha aumentam muito! Leia mais.

Os equipamentos de proteção individual são aquelas aquisições consideradas indiretas. Isso porque não impactam no valor agregado do seu produto final e fazem parte da rotina operacional do negócio. Porém, essas são compras que exigem atenção! Saber escolher o fornecedor de EPIs correto evita muita dor de cabeça ― e gastos desnecessários. Entretanto, com tantas opções no mercado, pode ficar difícil para a área de compras determinar qual é o melhor parceiro.

Sabendo disso, e buscando tornar o trabalho dessa área mais eficiente, reunimos algumas dicas úteis de como escolher o melhor fornecedor de EPIs. Neste artigo, você encontrará 3 aspectos fundamentais a serem analisados antes de fechar a compra. Acompanhe!

3 fatores para analisar em um fornecedor de EPIs 

A área de suprimentos precisa responder a uma série de requisições todos os dias. Algumas compras são estratégicas e de alto valor agregado. Porém, a maioria delas é em relação aos indiretos, aqueles materiais indispensáveis para o trabalho, mas não relacionados ao corebusiness do negócio, como materiais de escritório e equipamentos de proteção individual. Acontece que essas compras podem ser otimizadas! No caso dos EPIs, uma aquisição acertada consegue evitar uma recompra breve ou, até mesmo, um acidente.

Entretanto, uma boa negociação começa pela escolha de um fornecedor adequado. Veja 3 dicas que ajudarão na assertividade dessa busca.

1. Faça um levantamento do fornecedor de EPIs

Esse é o primeiro passo a ser dado antes de fechar negócio com qualquer fornecedor de EPIs. A boa notícia é que nunca houve tantos recursos à disposição da sua equipe de compras para checar a idoneidade de um fornecedor. Hoje, graças à internet, é possível avaliar o desempenho com base em depoimentos nas redes sociais e em páginas especializadas, como o Reclame Aqui

Visitar o site também é uma boa medida. Lá, dá para conhecer a história, a carteira de clientes e ter acesso a dados importantes, a exemplo do CNPJ e endereço físico. Falando neles, é prudente pesquisar um pouco mais a fundo para se certificar da validade dessas informações.

2. Certificados de aprovação

Diferente de alguns indiretos mais simples, como materiais de escritório, os EPIs precisam ter qualidade comprovada. Isso é feito por meio de uma série de certificações, que submetem o produto a testes rigorosos. Um ótimo exemplo é Norma Regulamentadora n.6 ou, simplesmente, NR6, que “normatiza a execução do trabalho com uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPI)”. Entretanto, quando falamos em luvas e roupas de proteção, presentes em segmentos como mineração, soldadura e construção civil, outras homologações são necessárias. Confira as principais normativas cumpridas pela Procipa na fabricação dos seus produtos:

  • EN420: também voltada às luvas utilizadas por profissionais expostos a riscos mecânicos. Essa norma dispõe sobre as questões de ergonomia, destreza e conforto durante o uso;
  • EN388: se aplica às luvas que protegem contra riscos mecânicos, inclusive abrasão, corte, rasgo e perfuração;
  • EN407: especifica os critérios de qualidade e segurança para luvas utilizadas em altas temperaturas;
  • ISO11611: determina os níveis de proteção para roupas usadas em soldagem ou processos relacionados
  • EN12477: esta se aplica às luvas de proteção para soldadores.

Conferir se os produtos oferecidos pelo fornecedor são regularizados e confeccionados seguindo as normas é essencial antes da compra. Por isso, não deixa de solicitá-las na hora do orçamento.

3. Conforto e qualidade

O bem-estar de quem usará o EPI não pode ser negligenciado! Até porque os fatores deste tópico, conforto e qualidade, interferem diretamente na segurança das operações. Por isso, é sempre bom certificar-se de que o fornecedor leva esses quesitos a sério. Claro que, apresentando as devidas certificações, é muito mais provável que os produtos sejam adequados.

Como você pôde perceber, a busca por um fornecedor de EPIs envolve muito mais que apenas preços compatíveis com o orçamento disponibilizado. Entender a cadeia de valor envolvida na produção, quais as oportunidades de saving e de custo evitado são indispensáveis para realizar uma boa compra. No nosso blog, você encontra mais uma série de artigos voltados aos equipamentos de proteção individual, confira!

ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS

ATENDIMENTO

De segunda a sexta das 08:00h - 17:00h
(35) 3281-1162 / 3281-1471
comercial@procipa.com.br
procipa@procipa.com.br

ONDE ESTAMOS

PROCIPA INDUSTRIA & COMERCIO DE E.P.I LTDA ®
CNPJ: 04.431.495/0001-64
Endereço: Rua Coronel Barbosa, 54 - Centro - CEP: 37476-000 - Caixa Postal: 08 - Cristina-MG